Cães e gatos: conheça as 5 doenças mais frequentes nos pets

Cães e gatos: conheça as 5 doenças mais frequentes nos pets

Conheça as 5 doenças mais frequentes nos pets, como elas surgem e as formas de prevenção para que o seu amigo tenha uma vida plena e saudável.

Em casa, ter a companhia de um pet é algo prazeroso. Seja para completar a família com mais um membro de quatro patas, seja para dividir a “solidão” de morar sozinho. A presença de um gato ou de um cachorro traz ainda mais alegria ao lar.

Apenas durante a pandemia, houve uma tendência de adoção de pets pela internet – de acordo com ONGs que atendem nesse segmento. Sendo essa uma forma encontrada por muitas pessoas de amenizar as dores ao lidar com o novo coronavírus.

Mas, quais são os cuidados necessários para que os pets vivam uma vida plena e feliz? Apenas a adoção e a oferta de amor e carinho são suficientes? 

Saiba que existem ao menos 5 doenças mais frequentes nos pets, que podem atingir os amigos que convivem com as famílias, sendo importante saber como identificar e prevenir.

Vacinas, remédios de controle de pulgas e carrapatos, rações e alimentos de boa qualidade; esses são alguns dos itens – básicos – e, claro, muito amor. 

Vamos aprender sobre essas doenças e a cuidar plenamente dos nossos amigos?

Relação das doenças com hábitos alimentares e de vida 

Assim como os humanos, algumas doenças que surgem nos pets podem ser provocadas por hábitos alimentares ruins, a falta da prática de atividades físicas e exposição a ambientes sem estarem devidamente vacinados e protegidos de pulgas – por exemplo.

Aquela ração mais barata, repleta de químicos e de carência nutritiva, não deixar água fresca disponível ou apenas ofertar rações secas, são meios de desenvolver essas 5 doenças mais frequentes nos pets. 

Dar muita comida também é perigoso! Pois os amigos podem ter o nível de calorias e de açúcares elevados no corpo. 

Não levar o pet ao veterinário também propício o surgimento de enfermidades, pois são com as vacinas completas que os pets ficam protegidos da maioria das doenças comuns que podem afetar eles.  

É com o atendimento veterinário que o pet também terá a chance de checar se unha, pele, pelos e demais áreas do corpo estão bem ou se precisam de exames e demais cuidados.

Veja bem, existem doenças comuns que afetam tanto os cães quanto os gatos e doenças específicas de cada pet, vejamos quais são elas: 

Doenças que afetam os cães

  • Parvovirose: A Parvovirose é uma doença bem comum entre os cães, é altamente contagiosa e transmitida pelas fezes. Ela progride rapidamente e pode levar à morte. A principal forma de prevenção é a vacina. 
  • Catarata: A catarata é uma doença comum entre os pets. Pode se desenvolver em qualquer idade. É caracterizada pela opacidade intraocular (na lente).
  • Cinomose: Pode desenvolver sintomas respiratórios, oculares e neurológicos.
  • Ceratoconjuntivite Seca (olho seco): Ressecamento da superfície ocular que ocorre pela diminuição da produção lacrimal. Deve ser tratado pois pode levar à quadros graves.  
  • Erlichiose (doença do carrapato):  A doença pode causar alterações hematológicas, digestivas e oculares. Quando não tratada pode comprometer outros órgãos e até mesmo causar óbito do animal.

Doenças que afetam os gatos

  • FIV/Felv (Imunodeficiência viral felina e Leucemia viral felina): São infecções que atingem o sistema imunológico e ocular dos gatos, podendo causar grande comprometimento de vida.
  • Insuficiência Renal: Quando o gato não faz a ingestão de muita água, ele está suscetível a essa  que é uma das principais causas de morte entre os felinos. A insuficiência renal faz com que os rins do pet não funcionem corretamente. 
  • Cálculos renais: A falta de hidratação nos bichanos pode levar o gato a desenvolver uma doença ainda mais séria, as pedras nos rins. Além da dor, pode causar obstruções graves.
  • Problemas Respiratórios: Asma, infecções pulmonares, bronquite… doenças respiratórias são frequentes e as mães e pais de gatos devem ficar atentos aos menores sinais de mudanças na respiração do amigo.
  • Conjuntivite: É normalmente provocada em consequência de infecções virais e bacterianas.

Além dessas específicas, outras doenças frequentes nos pets são a obesidade, a diabete e a otite, que afetam ambas as espécies. 

Essas três doenças estão relacionadas à alimentação, aos cuidados de higiene e exposição a ventos e ambientes com parasitas.

Por consequência, obesidade e diabetes são doenças que estão relacionadas à saúde ocular dos pets. 

Essas doenças são assustadoras, não é? Mas, a prevenção ainda é o melhor remédio.

Tem como prevenir? 

Algumas das doenças que acometem os pets são irreversíveis, portanto, os cuidados básicos devem ser dados aos amigos ainda quando pequeno, como as vacinas.

A chave para a prevenção dessas doenças se dá por meio de hábitos saudáveis, alimentos e rações de boa qualidade, oferta de água constante para evitar a desidratação, atividades físicas, controle de pulgas e carrapatos e vacinas em dia. 

Levar o pet ao veterinário ao longo da vida para atendimento especializado e realização de check-up ajuda a diagnosticar e tratar essas 5 doenças mais frequentes nos pets.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *